Últimas notícias

Trasnlate:

quinta-feira, 5 de março de 2015

Robson Barbosa vence na Europa através do Jiu Jitsu

Mais um baiano utiliza o esporte como ferramenta de inclusão social e consegue atingir o sucesso, conquistando vários título de campeão de Jiu Jitsu  pela Europa.

Por: Miguel Brusell
Imagens: Karen Brusell

Quando pegava o surrado quimono e descia da Rua 13, na Federação, para treinar Jiu Jitsu na Academia Edson Carvalho, que nesta época funcionava no Porto da Barra, o adolescente Robson Barbosa tinha os sonhos como combustível, mas não imaginava que poderia chegar tão longe. Através do Jiu Jitsu, dando aulas e disputando competições, o atleta baiano se fixou na cidade de Estocolmo, na Suécia.

Falando, atualmente, três idiomas, há pouco mais de seis anos, o Faixa Preta deixou a Bahia para representar o time Carvalho. "A vida lá é boa, só é frio. Saí de lá há duas semanas estava menos 10 graus, aqui está 35. É muito diferente a temperatura e sinto muito quando estou  treinando. Lá parece que estou treinando dentro de uma geladeira. Realmente, é muito frio", conta o baiano.

Atualmente representando outras equipes nas diversas competições que participa, Robson não esquece quem te apoiou no início. "No ano passado representei a Suécia no Mundial sem quimono e consegui o título. Em 2012, ainda no Team Carvalho, fui  Campeão Europeu e fora os títulos nacionais conquistados na Suécia, competição em que estou há cinco anos invicto", revela.

O sensei Ricardo Carvalho também celebrou  o sucesso do seu discípulo. "É importante frisar que o esporte, acima de tudo, é inclusão social. O esporte faz com que você tenha pessoas de responsabilidade na sociedade, que vão acrescentar valores. Robson é um exemplo disto. Atualmente mora na Europa, fala três línguas, disputa vários eventos por lá. Foi através do esporte, o Judô, o Jiu Jitsu que incluiu ele neste meio e isto é uma prova que o esporte é muito necessário para a sociedade", conclui o sensei.



Nenhum comentário:

Postar um comentário