Últimas notícias

Trasnlate:

terça-feira, 23 de setembro de 2014

Jiu Jitsu baiano adere à "Campanha do Balde de Gelo"

Através do sensei Ricardo Carvalho, a Federação Baiana de Jiu Jitsu, que está realizando o 2º Bahia Open Internacional de Jiu Jitsu, no domingo (28), no Ginásio do Colégio Isba, em Ondina aderiu à Campanha.

Por: Miguel Brusell
Foto: Gabriela Simões

Com objetivo  de chamar a atenção para a Esclerose Lateral Amiotrófica (ELA)  e arrecadar fundos  para a sua cura, a Campanha do Balde de  Água surgiu no final do mês de Agosto, em Boston, nos Estados Unidos, na casa da família do ex-jogador de Baseball universitário, Pete Frates, 29 anos, diagnosticado com a doença.

Na Bahia, a doença teve algum destaque depois que o ex-lateral direito do Bahia, Maílson foi diagnosticado como portador. A doença compromete os neurônios do cérebro e da medula, responsáveis pelos movimentos do corpo. Os músculos atrofiam e, em um ano, o doente já pode estar completamente paralisado.

A Doença é degenerativa, evolutiva, irreversível, incurável e incapacita o sistema nervoso, provocando uma fraqueza muscular. Para a pesquisa de uma possível cura, o "Desafio do Balde de Gelo e Água" já arrecadou mais de US$ 62 milhões nos Estados Unido e cerca de R$ 400 mil no Brasil, até o final do mês de agosto.


No Brasil, a campanha ganhou destaque depois que foi divulgada pelo programa "Fantástico" da Rede Globo de Televisão, que também foi responsável por rastrear a sua origem, chegando à Boston e Mr. Frates. A campanha consiste em desafiar três pessoas a fazer uma doação de US$ 100, e, caso não o façam, devem tomar um banho com um balde de água com gelo.

Como a visibilidade de celebridades tomando banhos de água gelada foi grande demais, optou-se por fazer os dois, ou seja, a doação da quantia em dinheiro e o banho de água gelada. Apesar de muita gente famosa ter aderido ao Balde de Água Gelada, as doações no Brasil foram considerada tímidas e a Federação Baiana de Jiu Jitsu, através do Bahia Open, resolveu dar a sua  cota de contribuição.

As inscrições para o Bahia Open, podem ser feitas até a quarta (24). Com disputa em todas as categorias, de Mirim à Super Sênior, da faixa-branca à faixa-preta, a competição será realizada com supervisão técnica da Confederação Brasileira de Jiu Jitsu Esportivo (CBJJE).

Disputado pelo segundo ano, o Bahia Open, que teve a primeira versão em 2012, dá a oportunidade para o atleta local participar de um evento internacional, classificatório para disputa do mundial, com as regras e arbitragem supervisionada pela CBJJE, que organiza as principais competições do país. Todas as lutas, no peso e absoluto, serão no domingo.

Links de instituições para doações no Brasil:
Associação Brasileira de Esclerose Lateral Amiotrófica (ABRELA)
Instituto Paulo Gontijo (IPG)
Associação Pró-Cura da ELA





Nenhum comentário:

Postar um comentário